Modo de Produção Biológico (MPB)

300.00

Curso parcialmente financiado pelo programa PDR2020, direcionado para Técnicos da área agrícola.

Os/as candidatos deverão possuir formação superior em ciências agrárias (artigo 13.º da lei n.º 37/2013, de 13 de março). São ainda enquadráveis os candidatos com cursos superiores de nível V, ou equivalente na área das ciências agrárias (REGULAMENTO ESPECIFICO N.º 5).

Vai decorrer no formato b-learning, pelo que os/as formandos/as deverão possuir os recursos tecnológicos recomendados, nomeadamente, internet, computador ou tablet ou smartphone, devendo os mesmos estar apetrechados de sistema áudio e vídeo.

Pode efetuar o pagamento por referência multibanco (aquando inscrição a plataforma gere os códigos), ou, se preferir pode efetuar transferência bancária para o nº de IBAN IBAN PT50 0033 0000 01090445223 09. É solicitado o envio do comprovativo, relativo ao pagamento através de transferência bancária, para o mail judite@consultua.com

Regulamento Específico e Referencial do curso disponíveis no site da DGADR

Contacto para próxima edição

REF: 937 Categoria:

Descrição


Localidade
Online




Data Início
25/03/2021




Data Fim
15/05/2021




Cronograma




Observações
Formação em b-learning, irá decorrer através de sessões síncronas e assíncronas, através da plataforma MOODLE.




Inscreva-se


A ação integra-se nos termos da Portaria n.º 354/2013 de 9 de Dezembro, (artigo 6.º e 7.º).
– Estabelece os critérios específicos do curso, de ingresso dos formandos e de seleção dos formadores;
– Estabelece as condições específicas de organização e as particulares para a realização das ações de formação, bem como as condições específicas para a realização da avaliação de aprendizagem dos cursos referidos, cujos programas e ação de formação em b-learning do curso na alínea c) estão disponíveis no sítio de internet da DGADR.


Idade Mínima: 0
Idade Máxima: 0
Situação: Empregados por conta própria
Empregados por conta de outrem – Internos
Empregados por conta de outrem – Externos

Habilitações Mínimas: Bacharelato
Habilitações Específicas: Formação superior em ciências agrárias (artigo 13.º da lei n.º 37/2013, de 13 de março).
Adotando a Classificação dos Domínios Científicos e Tecnológicos 2007 (FOS, 2007) para definir o conceito de «ciências agrárias», incluem-se as seguintes áreas:
– Agricultura, silvicultura e pescas;
– Ciência animal e dos lacticínios;
– Ciências veterinárias;
– Biotecnologia agrária e alimentar;
– Outras ciências agrárias.

São ainda enquadráveis os candidatos com cursos superiores de nível V (os cursos superiores são de nível 6), ou equivalente na área das ciências agrárias.


Qualificar os técnicos com conhecimentos práticos e teóricos para o modo de produção biológico, tal como definido no Reg. de Execução (UE) N.º 354/2014 da Comissão, de 8 de abril de 2014 relativo à produção biológica e à rotulagem dos produtos biológicos.


Introdução à ação
Módulo I – Introdução à agricultura biológica
Módulo II – Fertilidade e fertilização do solo
Módulo III – Conservação do solo
Módulo IV – Proteção das Plantas
Módulo V – Modo de produção biológico de produtos agrícolas de origem vegetal
Módulo VI – Modo de produção biológico de animais e de produtos de origem animal
Módulo VII – Tratamentos veterinários
Módulo VIII – Acondicionamento e comercialização
Módulo IX – Controlo e certificação
Módulo X – Conversão para AB
Módulo XI – Visita de Estudo
Avaliação

Módulo VIII – Acondicionamento e comercialização



6 – Formação em B-learning (turma)


Tipos de avaliação:
Avaliação de reação – realizar no final da ação.
Avaliação formativa – a efetuar ao longo da ação de formação, módulo a módulo;
Avaliação sumativa – Realizar no final da ação, consistindo num teste teórico escrito e prova prática a incidir sobre todas as temáticas da ação.

O sistema de avaliação deverá prever avaliações parciais módulo a módulo e ainda a autoavaliação por parte dos utilizadores em formação, possibilitando verificar e testar os conhecimentos e permitir a sua progressão ao longo da formação.

Instrumentos de avaliação de conhecimentos:
– Fichas
– Trabalhos individuais
– Trabalhos de grupo
– Debates


Considera-se um formando “Com Aproveitamento” na ação de formação quando obtém nas provas teórica e/ou prática uma classificação igual ou superior a 10 valores. As provas são classificadas com base numa escala de 0 a 20 valores.