Conduzir e Operar com o Trator em Segurança – COTS50

0.00

Formadores

Descrição


Localidade
Online em b-learning




Data Início
14/11/2022




Data Fim
12/12/2022




Cronograma




Observações




Inscreva-se



A ação integra-se no Eixo Prioritário 1 – Promover a Sustentabilidade e a Qualidade do Emprego – Tipologia 1.08 – Formação Modular para Empregados e Desempregados do Programa Opercaional Inclusão Social e Emprego, com enquadramento legal na Portaria n.º 230/2008, de 7 de Março que define o regime jurídico das formações modulares e Portaria n.º 283/2011, de 24 de Outubro que procede à segunda alteração da Portaria n.º 230/2008, de 7 de Março e que define o regime jurídico das formações modulares previstos no Decreto-lei n.º 396/2007, de 31 de Dezembro.


Idade Mínima: 0
Idade Máxima: 0
Situação: Empregados por conta própria
Empregados por conta de outrem – Internos
Activo do sector agrícola – Agricultor não empresário
Activo do sector agrícola – Mão-de-obra agrícola familiar
Activo do sector agrícola – Eventuais por conta de outrem
Habilitações Mínimas:
Habilitações Específicas: Ativos empregados/desempregados com idades igual ou superior a 18 anos (à data de início da formação) e idade inferior a 18 anos, desde que, comprovadamente inseridos no mercado de trabalho.
Ativos empregados (independentemente das suas habilitações mas com a habilitação mínima exigida para a frequência das UFCD’s)


Capacitar os participantes com conhecimentos, competências e atitudes para conduzir e operar com o trator em segurança.


Introdução ao curso
I. Acidentes com os tratores em Portugal
II – Condução e prevenção rodoviária com veículos agrícolas – Código da Estrada e Normas aplicáveis
III – Veículo Seguro – Equipamento de segurança e proteção coletiva do trator – Código do Trabalho e Normas Aplicáveis
IV – Equipamento de Proteção Individual
V – Conduzir e Operar com o Trator em Segurança
VI – Conduzir o trator em condições perigosas e operar com órgãos ativos
Avaliação



6 – Formação em B-learning (turma)


1. Tipos de avaliação:
1.1 De reação:
– a efetuar no final da ação de formação
1.2 De conhecimentos:
– Formativa – A efetuar ao longo de ação de formação. Módulo a módulo. O sistema de avaliação deverá prever avaliações parciais módulo a módulo e ainda a autoavaliação por parte dos utilizadores em formação, possibilitando verificar e testar os conhecimentos e permitir a sua progressão ao longo da formação.
– Sumativa – No final da ação, é efetuada perante júri, uma prova de avaliação de conhecimentos. A prova é realizada individualmente e é constituída por uma componente de âmbito teórico e outra subsequente prática. Esta, incide sobre as aptidões e comportamento do formandos perante uma situação simulada em operar o engate e desengate do reboque ou semirreboque e “prática de condução do trator com reboque/semirreboque, em segurança”. A prova será realizada nos termos definidos no regulamento específico.

2. Instrumentos de Avaliação de Conhecimentos
Fichas, Trabalhos individuais, Trabalhos de grupo, Outros.

3. Critério de Avaliação de Conhecimentos
As provas são pontuadas de 0 a 20 valores.
Os formandos que demonstrem assiduidade na ação de formação e que obtenham a pontuação igual ou superior a 10 valores nas provas de avaliação teórica e prática será atribuída a classificação final “Com aproveitamento”.


Confere Certificado de Qualificações, emitido pelo Sistema de Informação e Gestão da Oferta Educativa e Formativa (SIGO) do Ministério da Educação, conforme Portaria nº 474/2010, de 8 de Julho, com enquadramento legal no Sistema Nacional de Qualificações – Decreto-Lei nº 396/2007.