Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Secções

Potencialidades do estudo em e-Learning por Eduarda Ferreira

As tecnologias da informação e comunicação (TIC) são uma constante na nossa vida do dia-a-dia, seja na forma como comunicamos com as/os amigas/os, como nos orientamos quando nos deslocamos, como nos organizamos no trabalho, como guardamos as nossas memórias, e em muitas outras formas que fazem parte integrante de quem somos. A formação também pode, e deve, tirar proveito das potencialidades das TIC, é neste momento que a formação e-Learning ganha maior projeção.

 

A formação em e-Learning implica uma mudança de paradigma, as/os formandas/os têm um papel central no processo formativo ao participarem ativamente na construção do seu próprio percurso de aprendizagem. As plataformas de ensino-aprendizagem online permitem apoiar as/os formandas/os no desenvolvimento do seu processo de aprendizagem, disponibilizando recursos interativos e propondo a realização de atividades.

As plataformas de e-Learning são ambientes que proporcionam ao/à utilizador/a fazer escolhas sistemáticas, seja pelas opções feitas quanto aos elementos constitutivos da interface, seja ainda pelos caminhos que decide percorrer nos processos de navegação interativa que realiza. Esta adaptabilidade das plataformas ao estilo de aprendizagem de cada formando/a é um dos aspetos mais relevantes da formação em e-Learning. Cada formando/a pode adaptar o seu percurso de aprendizagem em função dos seus conhecimentos prévios, do seu tempo disponível assim como dos objetivos que tem relativamente à formação.

A formação em e-Learning não é uma mera transposição de conteúdos utilizados no ensino presencial. A utilização de recursos e ferramentas digitais permite promover diversos tipos de interação dos/as aprendentes com os conteúdos, com as/os formadores/as e com outros/as formandos/as, potenciando práticas colaborativas e a criação de comunidades virtuais de aprendizagem.

Existem ferramentas disponibilizadas pelas TIC que possibilitam uma aprendizagem mais autónoma, menos diretiva, mas, ao mesmo tempo, com a hipótese de ser uma aprendizagem verdadeiramente colaborativa. Por outro lado, existe sempre a questão da/o formada/o se poder sentir sozinha/o ou perdida/o atrás de um computador, em autogestão de conhecimento, o que coloca desafios extra ao/à formador/a, é fundamental uma definição clara e estruturada dos objetivos e conteúdos, uma planificação cuidada, e um feedback constante com estímulo e reforço, elementos essenciais para o sucesso de qualquer aprendizagem em e-Learning.

Uma das principais vantagens das tecnologias é possibilitarem novas formas de interação e partilha que podem proporcionar aos alunos a sensação que fazem parte de uma comunidade, aumentando a sua motivação e as suas probabilidades de sucesso. Os meios informáticos detêm vários recursos, instrumentos pedagógicos de ensino-aprendizagem, para uma abordagem mais construtivista..

A formação em e-Learning pode proporcionar:

  • uma aprendizagem glocal, “pensar global agir local”, possibilitando ao aprendente tirar partido dos recursos potenciados pela Web;
  • chegar a locais onde não existem formas alternativas de proporcionar formação
  • chegar a pessoas incapacitadas e que dificilmente beneficiariam de formação a qualquer nível;
  • a consolidação como uma oferta formativa efetiva para o mundo empresarial, a um nível de ensino de aprofundamento (“Lifelong Learning” e “Lifewide Learning”);
  • a consolidação de um modelo curricular que vai ao encontro da diversidade de competências a operacionalizar;
  • um modelo de ensino socialmente mais justo.

Artigo da autoria da formadora do Curso e-Formador/e-Tutor de Aperfeiçoamento Pedagógico em e-Learning para Formadores, Dr.ª Eduarda Ferreira.

O Curso e-Formador/e-Tutor de Aperfeiçoamento Pedagógico em e-Learning para Formadores, pretende dar resposta à necessidade de preparar profissionais para que possam organizar, implementar, gerir e desenvolver ações de formação à distância, utilizando as ferramentas disponíveis na plataforma Moodle com vista à dinamização de sessões síncronas e assíncronas, conceção e utilização de materiais pedagógicos e sistemas de avaliação em plataformas e-Learning no contexto da formação, tendo em conta um modelo pedagógicos ativo e dinâmico com base no construtivismo e no desenvolvimento da trilogia do conhecimento - saber, ser e fazer.

INSCREVA-SE

Acções do Documento