Ir para o conteúdo. | Ir para a navegação

Secções

Curso de Formação


Inspeção a Sistemas de Rega e de Bombeamento (ISRB)



: 0.00
: 0.00
:
60h00

Acções de formação

Mirandela
2018-09-28
2018-10-19
Laboral
Formação FINANCIADA no âmbito do PDR2020. Homologada pela DGADR.

Info Localidade Data de Início Data de Fim Horário   Observações Inscrição
Mirandela 2018-09-28 2018-10-19 Laboral Formação FINANCIADA no âmbito do PDR2020. Homologada pela DGADR.



Mais características do curso

:

Capacitar os participantes com conhecimentos, competências e atitudes sobre as metodologias, técnicas e critérios de inspeção a sistemas de rega e de bombeamento, para, entre outras atuações, realizarem as inspeções técnicas a que se refere o art.º 15.º da Portaria n.º 136/2015 de 19 de maio.

:
Produção Agrícola e Animal

Destinatários

:
Bacharelato
:
:
Formação Superior na área agrícola, florestal e animal. Será aceite a detenção de formação superior em engenharia dos recursos hídricos, desde que os respectivos planos curriculares integrem, cumulativamente, temáticas de pedologia/solos, conservação do solo, física do solo, variáveis microclimáticas e introdução à produção agrícola. Outras habilitações ficarão sujeitas a aprovação, após análise casa a caso, com base no plano curricular dos estudos superiores seguidos.
:
Os candidatos cuja formação académica não cumpra os requisitos de habilitação literária terão que demonstrar uma sólida experiência profissional anterior na área da rega, correspondente a 5 anos de experiência com dedicação exclusiva.

Delegações

  • Sede Consultua - Mirandela
  • Delegação Consultua Chaves
  • Delegação Consultua Vila Real
  • Penafiel
  • Delegação Consultua Porto
  • Delegação Consultua Lisboa
  • Delegação Consultua Sousel

Módulos


Nome Conteúdo
Introdução à Ação
1. Apresentação do grupo
2. Levantamento de expetativas dos participantes
3. Apresentação do programa de ação
Bloco I - Príncipios gerais e técnicas de projeto - I.1 Princípios básicos de Hidráulica
I.1.1 Noções básicas de hidráulica
I.1.2 Classe de pressão das tubagens
I.1.3 Aplicações práticas
Bloco I - Príncipios gerais e técnicas de projeto - I.2 Métodos de rega
I.2.1 Aspersão
I.2.2 Localizada
Bloco I - Príncipios gerais e técnicas de projeto - I.3 Critérios de projeto
I.3.1 Dimensionamento
I.3.2 Normas de dimensionamento, ensaio e certificação
I.3.3 Elaboração de projetos
Bloco I - Príncipios gerais e técnicas de projeto - I.4 Sistemas de filtração
I.4.1 Principais tipos de filtros
I.4.2 Tipos de partículas em suspensão
I.4.3 Métodos de separação de materiais na água de rega
I.4.4 Factores a considerar no dimensionamento de um sist. de filtragem
Bloco I - Príncipios gerais e técnicas de projeto - I.5 Bombas
I.5.1 Tipos de bombas
I.5.2 Análise da curva característica de uma bomba
I.5.3 Parâmetros a ter em conta na selecção de grupo de bombagem
Bloco II - Técnicas de auditoria - II.1 Normas de inspeção
II.1.1 Parâmetros a medir numa avaliação
II.1.2 Fatores limitativos
II.1.3 Indicadores de melhoria
Bloco II - Técnicas de auditoria - II.2 Técnicas de medição do caudal e do volume
II.2.1 Métodos disponiveis
II.2.2 Principais regras a ter em conta no acto da instalação
Bloco II - Técnicas de auditoria - II.3 Técnicas da medição da pressão
II.3.1 Métodos disponíveis
II.3.2 Principais regras a ter em conta no acto da instalação
Bloco II - Técnicas de auditoria - II.4 Auditoria a sistemas de rega
II.4.1 Procedimentos de campo
II.4.2 Cálculos e tratamento da informação
Bloco II - Técnicas de auditoria - II.5 Auditoria a sistemas de filtração
II.5.1 Determinação da perda de carga nos filtros
II.5.2 Resolução dos principais problemas encontrados
Bloco II - Técnicas de auditoria - II.6 Auditoria a sistemas de contagem de água
II.6.1 Recolha e analise dos dados
II.6.2 Validação dos dados - verificação
Bloco II - Técnicas de auditoria -II.7 Auditoria a sistemas de bombeamento
II.7.1 Avaliação do desempenho do grupo de bombagem
II.7.2 Principais problemas no funcionamento
Bloco II - Técnicas de auditoria - II.8 Conteudo dos relatórios de auditoria/ inspeção
II.8.1 Aspersão clássica ou canhão
II.8.2 Pivô ou Lateral Móvel
II.8.3 Micro-aspersão ou Gota-a-gota
Bloco III - Prática de Inspeções Técnicas - III.1 Aspersão clássica ou canhão
Caso real
Bloco III - Prática de Inspeções Técnicas - III.2 Pivô ou Lateral Móvel
Caso real
Bloco III - Prática de Inspeções Técnicas - III.3 Micro-aspersão ou Gota-a-gota
Caso real
Avaliação e Encerramento - Avaliação
Avaliação de conhecimentos e avaliação de reação
Avaliação e Encerramento - Encerramento
Conclusões e encerramento
Acções do Documento